Início » 2012 » janeiro

Arquivo mensal: janeiro 2012

Semana de Webcast – Comunidade Técnica Microsoft de Santa Catarina

Em fevereiro de 2012, especificamente entre os dias 06/02 até 10/02, acontecerá a Semana de Webcast da Comunidade Microsoft de Santa Catarina.

Agenda:

Segunda feira

Palestrante: Shannon Lowder (@shannonlowder)
Palestra: SQL Design Patterns
Descrição: There are certain problems you’ll face again and again as a SQL Developer: removing duplicate data from tables, updating and inserting data from web forms into tables, and working with cursors. During this session I’ll walk you through some of the methods I’ve found to deal with these three situations. The idea is for you to develop your own set of design patterns, so you have somewhere to start when you have to handle these issues in the future!
Horário: 20:00 a 21:00

Palestrante: Erickson F. D. Ricci (@ericksonricci)
Palestra: Análise de um banco de dados corrompido na prática
Descrição: Nessa sessao será realizada a análise, de ponta a ponta, de como identificar e atuar para busca da resolução de um problema de corrupção em um banco de dados.Para isto iremos entender o que é e como funciona uma página de dados, páginas de alocação e os comandos DBCC PAGE e DBCC CHECKDB
Horário: 21:00 a 22:00

Terça–feira

Palestrante: Luciano Moreira (Luti) (@luticm)
Palestra: Confiabilidade dos pacotes(SSIS)
Descrição: Apenas criar um pacote com um alguns controles e data flows é suficiente para uma solução robusta? Provavelmente não! Nesta sessão serão apresentados recursos que podem ser empregados para aumentar a confiabilidade do pacote, como utilização de transações, checkpoints, database snapshots, tratamento de erros no data flow e eventos. No fim da apresentação você será capaz de entender cada um deles e analisando os pontos fortes e fracos de cada um, saber qual melhor se encaixa na sua solução.
Horário: 20:00 a 21:00

Palestrante: Marcos Freccia (@SqlFreccia)
Palestra: 5 lições sobre SQL Server para desenvolvedores
Descrição: Essa seção irá mostrar 5 passos que levarão o desenvolvedor a utilizar as melhores praticas do SQL Server no ambiente de desenvolvimento. Se você acha que seu código é bom, espere até assistir essa seção e você verá que os mínimos detalhes fazem a diferença e acabe com a famosa frase “Mas no meu ambiente é rápido”.
Horário: 21:00 a 22:00

Quarta–feira

Palestrante: Felipe Ferreira (@SqlBoy)
Palestra: SQL Server 2012 – Novidades em Business Intelligence
Descrição: Nessa sessão vamos conferir algumas das novas funcionalidades na área de Business Intelligence no SQL Server 2012. Venha conferir o que é ColumnStore Index, Projeto Power View, BISM e muitas outras novidades..
Horário: 20:00 a 21:00

Palestrante: Thiago Zavaschi (@zavaschi)
Palestra: Introdução a programação DAX
Descrição: Com o lançamento do SQL Server 2008 R2 foi lançada a ferramenta para self-service BI conhecida como PowerPivot, um addin capaz de manipular milhões de linhas de dados no Excel. Essa manipulação é feita através de DAX (Data Analysis Expressions). Agora com o SQL 2012 e o novo modelo tabular em memória do SSAS, a linguagem a ser utilizada também será DAX, o que aumenta muito a nossa necessidade de conhece-la. Nesta sessão vamos entender seus conceitos e funcionamento.
Horário: 21:00 a 22:00

Quinta–feira

Palestrante: Rodrigo Dornel (@rdornel)
Palestra: Mineração de dados (Data Mining)
Descrição: Nessa sessão será realizada uma introdução a Mineração de Dados com SQL Server 2008 R2, tais como uma abordagem aos conceitos de Mineração de Dados, tarefas de Mineração de Dados existentes no SQL Server, algoritmos e customização de algoritmos, modos de Visualização dos resultados e no final demonstração.
Horário: 20:00 a 21:00

Palestrante: Viviane Ribeiro (@viviane_sql)
Palestra: As Novidades do Analysis Services e o BI Semantic Model
Descrição: Microsoft SQL Server 2012 traz a simplicidade e o poder das tecnologias de PowerPivot para o BI corporativo e, ao mesmo tempo impulsiona o PowerPivot self-service que foi introduzido no SQL Server 2008 R2. Neste Webcast nós faremos um tour construindo um corporativo BI semantic Model dentro de uma nova experiência para os profissionais de Business Intelligence no BI Development Studio (BIDS). Nós mostraremos algumas das grandes novidades que estão vindo para ambos, PowerPivot e BIDS para KPIs, hierarquias, DAX, diagrama, entre outros.
Horário: 21:00 a 22:00

Sexta-feira

Palestrante: Ricardo Leka (@BigLeka)
Palestra: Wait Stats e Extended Events, me digam onde dói.
Descrição: Como usar Extended Events para ajudar a identificar o que está acontecendo no SQL Server.Todos sabemos que sempre está acontecendo alguma coisa, mas o que realmente é importante? e o que está atrapalhando no bom funcionamento do banco? E a principal pergunta: o que é o bom funcionamento?
Horário: 20:00 a 21:00

Palestrante: Jorge Segarra (@SqlChicken)
Palestra: Policy-Based Management in a Nutshell
Descrição: We will be learning an overview of this powerful new feature in SQL Server 2008 and how you can leverage it to help manage your existing SQL environment. This will include plenty of demos, best practices and Q&A so by the end you should be able to walk away ready to take control of your SQL Server environment using this awesome new feature!
Horário: 21:00 a 22:00

Acompanhe @mcitpsc para novidades!

Andrielle Azevedo de Paula

Microsoft Virtual Academy – MVA

Aprimore seu conjunto de habilidades de TI e progrida em sua carreira com um portal de treinamento gratuito e de fácil acesso. Aprenda em seu próprio ritmo, focalizando tecnologias da Microsoft, ganhando pontos e sendo reconhecido.

Roteiros de estudo:

– Clustering
– Hyper-V
– IaaS
– Office 365
– PaaS
– Private Cloud
– Public Cloud
– SaaS
– Security
– SQL Azure
– System Center Virtual Machine
– VDI
– Virtualization
– VMWare
– Windows Azure
– Windows Client
– Windows Phone

Acesse o Microsoft Virtual Academy e bons estudos!

Andrielle Azevedo de Paula

Fluxo de Aprendizado para Desenvolvimento de Aplicações Web

Por Alfredo Lotar

Desenvolvi um fluxo de aprendizado para guiar iniciantes que pretendem aprender a desenvolver aplicações web.
Recomendo você aprender as tecnologias listadas na seguinte ordem:

1) HTML
2) CSS
3) Curso ou livro de Lógica de Programação
4) JavaScript
5) HTML DOM
6) DHTML (opcional para alguns)
7) Jquery
8) Ajax
9) SQL Server, MySql, Oracle, etc
10) C# e/ou VB
11) ASP.NET 4.0
12) ASP.NET MVC com Razor
13) Silverlight

Outros (Aprender conforme necessidade):

Visual Studio;
Classes do .NET Framework;
XML, XSLT, etc.;
ADO.NET;
ADO.NET Entity Framework;
LINQ;
TSQL;
WCF;
Web Services;
PHP;
Design Patterns;
UML;
JSON;
MS Access;
Software para desenvolvimento de relatórios (Crystal Reports, ActiveReports, Sharp-Shooter, etc.).

C# – Classes

As classes representam a personalidade da orientação a objetos, ou seja, sem elas não existiriam objetos. Com as classes, criamos entidades as quais serão instanciadas; chamamos de objetos as instâncias das classes. Elas contém membros e, a partir do conjunto deles, é formada a interface da classe. Uma classe tem como objetivo principal encapsular membros do tipo dado (como constantes e campos) e também do tipo comportamento (métodos, propriedades, indexers, eventos, operadores, construtores de instância, construtores estáticos e destrutores), além de suportar tipos aninhados. Também suporta herança, tanto de implementação quanto de interfaces.

A definição da classe é feita a partir do comando class, seguida do nome da classe e de seu código entre blocos {}.

class MinhaPrimeiraClasse
{ 
}

A instância de uma classe, ou a criação de um objeto, é feita com o operador new.

MinhaPrimeiraClasse c = new MinhaPrimeiraClasse();

Uma classe pode ter o seguinte conteúdo:

class ConteudoDaClasse
{
	//Para orientação a objetos
	campos
	constantes
	métodos
	construtores
	destrutores
	
	//Para orientação a componentes
	propriedades
	eventos
	
	//Para outros propósitos
	indexers
	sobrecarga de operadores
	tipos aninhados (classes, interfaces, estruturas, enumerações e delegates)
}

Abaixo tem-se a declaração de uma classe e seus itens, precedida das explicações:

[atributos]1 [modificador]2 [modificador de acesso]3 classNome4 : [base]5 {…6} [;]7

  1. Os atributos são opcionais e representam declarações informativas.

  2. O modificador é opcional e influencia o versionamento, o instanciamento e a herança da classe, respectivamente:
    a. new – sobrepõe uma classe base.
    b. abstract – não pode ser instanciado, apenas herdado.
    c. sealed – não pode ser herdado, apenas instanciado.

  3. O modificador de acesso é opcional e influência na visualização ou acessibilidade da classe:
    a. public – acesso, interno e externo, permitido sem restrições.
    b. protected – acesso interno (válido apenas na declaração de uma classe aninhada).
    c. private – acesso restrito (válido apenas na declaração de uma classe aninhada).
    d. internal – acesso permitido somente dentro do assembly.
    e. protected internal – acesso permitido dentro ou for a do assembly por classes derivadas.

  4. O nome da classe.

  5. A lista com a classe base (herança de implementação) e/ou as interfaces (herança de interfaces), as quais serão herdadas pela classe. Esta lista é separada por vírgulas.

  6. Os membros da classe são private se não especificados. Eles podem ser:
    a. Membros tipo dado – mantêm o estado da classe.
    b. Membros tipo função – executam operações.
    c. Tipos aninhados – tipicamente enumerações, delegates e classes.

  7. O finalizador.

As classes representam a principal característica da orientação a objetos. A partir delas, são criados os objetos, que residem na memória e são gerenciados pelo garbage collector.

Referências Bibliográficas:

ALBAHARI, Joseph; ALBAHARI, Ben. C# 3.0: Guia de Bolso. Rio de Janeiro: Alta Books, 2008.
GALUPPO, Fabio; MATHEUS, Vanclei; SANTOS, Wallace. Desenvolvendo com C#. Porto Alegre: Bookman, 2004.