Início » 2011 » novembro

Arquivo mensal: novembro 2011

SystemOteca – Parte 8: Conexão Banco de Dados e C#

Agora, faremos a conexão do banco de dados entre Access e C#.

Abra o Formulário Principal do SystemOteca e crie um novo botão na ToolStrip para o Formulário de Cadastro de Editora.

Figura 1 – Formulário Principal

Criado esse novo botão, vamos vincular o código já adicionado no menu Cadastros/ Editora a esse botão. Para isso, em Properties clique em Events e na opção Click escolha editorasToolStripMenuItem_Click. Assim, estaremos vinculando um código ao outro e evitando sua redundância.

Agora sim, vamos para uma parte mais importante que é a conexão do banco de dados, lembrando que já havíamos criado o BDSystem com algumas tabelas que serão utilizadas no sistema.

Para isso, abra a Solution Explorer e arraste o BDSystem em cima da solução SystemOteca. A partir desse momento, algumas configurações serão pedidas.

Clique em DataSet e Next.

Figura 2 – Criando DataSet

Marque todas as tabelas. Deixe o nome do DataSet como BDSystemDataSet e Finish.

Figura 3 – DataBase Objects

Veja que, na Solution Explorer, foi criado um BDSystemDataSet.xsd que são os arquivos onde ficam armazenadas todas as informações do meu banco.

Veja também que, no Data Source, todas as tabelas foram criadas com seus respectivos campos.

Figura 4 – Data Sources

Abra o formulário de Cadastro de Editora e vamos adicionar os componentes da tabela Editora para o mesmo.

No DataSource podemos escolher se queremos os campos num formato de Grid ou em Details. Marque a opção Details e arraste a tabela Editora para dentro do formulário de Cadastro de Editora.

Figura 5 – Data Sources (Details)

Quando os campos da tabela Editora forem criados no formulário, alguns componentes são criados automaticamente, como:

– bDSystemDataSet
O DataSet representa dados em um cache de memória.

– editoraBindingSource

O componente BindingSource oferece a maneira mais simples e fácil de navegar através de registros em uma fonte de dados; ele foi criado justamente para simplificar o processo de vinculação com os controles relacionados a uma fonte de dados.

– editoraTableAdapter

Os TableAdapters fornecem a comunicação entre o seu aplicativo e um banco de dados, ou seja, se conecta a um banco de dados, executa consultas ou procedimentos armazenados, e retorna uma nova tabela de dados preenchida com os dados retornados ou preenche um DataTable existente com os dados retornados. São usados, também, para enviar dados atualizados do seu aplicativo de volta para o banco de dados.

-tableAdapterManager

O TableAdapterManager é um componente que fornece a funcionalidade para salvar dados em tabelas de dados relacionados. Ele usa os relacionamentos de chave externa que relacionam tabelas de dados para determinar a ordem correta para enviar as inserções, atualizações e exclusões de um conjunto de dados para o banco de dados sem violar as restrições de chave externa no banco de dados.

– editoraBindingNavigator

O controle BindingNavigator representa uma forma padronizada para navegar e manipular dados em um formulário. Na maioria dos casos, um BindingNavigator combinado com um BindingSource percorre os registros de dados em um formulário e interage com eles.

Ajuste os componentes do formulário de Cadastro de Editora da maneira que você achar melhor. E, não esqueça de mudar a propriedade Text dos campos.

Vídeo:
Aula 9 – Conexão Banco de Dados: C# e Access

Andrielle Azevedo de Paula

SystemOteca – Parte 7: Criando o banco de dados para conexão C#

Nesta parte do artigo o banco de dados do sistema para logo fazermos a conexão. O banco de dados será criado no Access pela questão da simplicidade.

Abra o Microsoft Access. Crie um banco de dados em branco com o nome BDSystem e no tipo escolha Banco de Dados do Microsoft Access (formato 2002-2003). Salve-o no diretório que você achar mais adequado. O nome do arquivo do banco de dados será BDSystem.mdb

Figura 1 – Criar banco de dados em branco

Figura 2 – BDSystem.mdb

Criada a base de dados, selecione Tabela1 e mude seu modo de exibição para Modo Design.

Figura 3 – Modo Design

Quando clicar em Modo Design, você terá que nomear a Tabela1 como Livro. Clique em OK.

Agora vamos definir os campos da tabela e os tipos de dados que a tabela Livro terá.

Figura 4 – Tabela Livro

A chave primária da tabela Livro é o campo IdLivro. Mude os tamanhos dos campos Titulo, Edicao, Localizacao, Assunto, Classificacao e Colecao para 50; o campo Ano para 10; o campo ISBN para 30.

Feche a tabela Livro e crie uma nova tabela.

Figura 5 – Criar nova tabela

Criada a nova tabela, siga os passos anteriores. Selecione o Modo Design e nomeia a tabela para Editora. Defina os campos da tabela Editora e os tipos de dados.

Figura 6 – Tabela Editora

Mude os tamanhos dos campos Endereco, Bairro, Cidade e CNPJ para 50; o campo UF para 2; os campos Telefone e CEP para 50.

Feche a tabela Editora e crie uma nova tabela, selecione o Modo Design e nomeie-a para Locatario. Defina os campos da tabela Locatario e os tipos de dados.

Figura 7 – Tabela Locatário

Mude os tamanhos dos campos Nome, Endereco, Cidade, Bairro, Identidade, Serie, Escola e Profissao para 50; os campos CEP, Telefone e CPF para 15; o campo UF para 2; e, no campo DataNasc mude o formato Data/Hora para Data Abreviada.

Crie uma nova tabela, selecione o Modo Design e nomeie-a para Funcionario. Defina os campos da tabela Funcionario e os tipos de dados.

Figura 8 – Tabela Funcionário

Mude o tamanho do campo Nome para 50; Login para 10 e Senha para 15.

Crie uma nova tabela, selecione o Modo Design e nomeie-a para Perfil. Defina os campos da tabela Perfil e os tipos de dados.

Figura 9 – Tabela Perfil

Mude o tamanho do campo Nome para 50.

Crie uma nova tabela, selecione o Modo Design e nomeie-a para Locacao. Defina os campos da tabela Locacao e os tipos de dados.

Figura 10 – Tabela Locação

O campo Hora terá como formato Hora Normal; os campos DataSaida e DataEntrega terão como formato Data Abreviada.

Crie uma nova tabela, selecione o Modo Design e nomeie-a para ItemLocacao. Defina os campos da tabela ItemLocacao e os tipos de dados.

Figura 11 – Tabela Item de Locação

O campo DataDevolucao terá como formato Data Abreviada.

Todas as tabelas que vamos precisar para o nosso sistema estão criadas. Vamos fazer os relacionamentos das tabelas.

Na guia Ferramentas de Banco de Dados clique em Relações.

Figura 12 – Relações

Selecione todas as tabelas e clique em Adicionar.

Figura 13 – Tabelas para Relacões

De primeira mão, as tabelas estão posicionadas da seguinte forma:

Figura 14 – Tabelas adicionadas para relações

Na tabela Editora, arraste a chave primária que é IdEditora até o campo IdEditora da tabela Livro. Uma janela será aberta. Selecione o checkbox Impor Integridade Referencial. Clique em Tipo de Junção e marque a opção 2: Incluir TODOS os registros de ‘Editora’ e somente os registros de ‘Livro’ quando os campos unidos forem iguais. O relacionamento Editora/Livro ficará conforme a figura:

Figura 15 – Relacionamento Editora/Livro

Na tabela Perfil, arraste a chave primária que é IdPerfil até o campo Perfil da tabela Funcionario. Selecione o checkbox Impor Integridade Referencial. Clique em Tipo de Junção e marque a opção 2. O relacionamento Perfil/Funcionario ficará conforme a figura:

Figura 16 – Relacionamento Perfil/Funcionário

Na tabela Locatario, arraste a chave primária que é IdLocatario até o campo IdLocatario da tabela Locacao. Na tabela Funcionario, arraste a chave primária que é IdFuncionario até o campo IdFuncionario da tabela Locacao. Ambos os relacionamentos devem Impor Integridade Referencial e ter tipo de junção 2.

Figura 17 – Relacionamento Locatário/Locação/Funcionário

Na tabela Locacao, arraste a chave primária que é IdLocacao até o campo IdLocacao da tabela ItemLocacao. O relacionamento deve Impor Integridade Referencial e ter tipo de junção 2.

Figura 18 – Relacionamento Locação/Item de Locação

Na tabela Livro, arraste a chave primária que é IdLivro até o campo IdLivro da tabela ItemLocacao. O relacionamento deve Impor Integridade Referencial e ter tipo de junção 2.

Para melhor visualização das relações entre as tabelas, eis a figura a seguir:

Então, um livro pode ser de uma editora e pode estar num item de locação. Uma locação terá vários itens. Uma locação é feita por um locatário e quem realiza a locação é um funcionário. Um funcionário tem um perfil.

Vídeo-aulas:
Aula 8 – Criando o Banco de Dados para Conexão C#

Andrielle Azevedo de Paula